segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Recordar é ser feliz by Estel@

Recordar...é ser feliz
Estel@
 
Tardes quentes de verão,  nada mais esperado do que a hora da reunião de amigas, para sentir, cantar e se emocionar com os idolos, a ternurinha  e o tremendão.
O cabelo enrolado em volta de um grande bob, chapinha não existia, mas os cabelos tinham que ser lisos, as vezes passado à ferro, quanto trabalho!
Vai chover? essa era a preocupação, senão o liso virava uma vassoura de piaçava.
Quantos risos, alegrias, o frisson  quase pueril das conversas mais picantes, época em que tudo era mágico, até as pequenas trangressões, tudo muito inocente, a felicidade estava lá!
Era domingo, dia de missa, de malemolência, conversas, planos e a ansiedade de ver os idolos pela televisão.
À noite, dia de cinema, filme romântico, roupas trocadas com as amigas, pairava no ar o "fleur du rocaille", cheiro de sedução e animação .
Um tempo de romantismo, festivais, jogos inter-estaduais, meninos do basket, lindos, altos, hoje não tão altos assim, amores correspondidos, e muito choro, nada que um convite para um baile não passasse.
Bilhetes entregues em total segredo anunciado, a pureza do bem me quer, mal me quer! Quantas margaridas desfolhadas!
Carnaval, o bloco, as fantasias, os confetes e as serpentinas, como era bom! Um tempo de fantasia, magia e amizade sincera e fraternal.
Ao som de uma vitrola na garagem, o sarau ou então a domingueira no clube,  tudo regado a cuba libre e hi-fi, mais ou menos escondidos dos nossos pais!
Quantas alegrias, animação, amizades sinceras, que sobreviveram ao tempo.
Tudo isso povoa meus pensamentos, sonhos, e recordações de um tempo mágico do meu viver.
O tempo passa, a vida voa, mas as lembranças são eternas, e saudade é uma sementinha boa, que nesta hora brota no coração.

Um comentário:

✿ chica disse...

Ter boas lembranças só faz bem! beijos,lindo da!chica